Vida bilíngue em New Brunswick: você está preparado ?

Francês e inglês no CanadaConforme o “Canadian Charter of Rights and Freedoms”, a lei promulgada no dia 18 de abril de 1969  reconhece o inglês e o francês como línguas oficiais de New Brunswick. O documento também menciona que as comunidades anglófona e francófona têm igualdade de status, direitos e privilégios na província. New Brunswick é a única e primeira província canadense oficialmente bilíngue. Desta forma, todas as repartições públicas são obrigadas a atender seus clientes nos dois idiomas.
Me sinto à vontade em expressar a minha opinião sobre o tema, embora sei que não vou agradar a maioria.  

Os idiomas dominam em diferente escala, tudo depende da cidade que você está. Em Bathurst e boa parte da costa leste o francês é predominante. Já num raio de 55 quilômetros de distância temos a cidade de Miramichi onde se fala somente inglês.

Na região da grande Moncton você encontra o triângulo das bermudas. Dieppe é uma cidade onde se fala francês e Riverview é o inglês que impera. E no meio de tudo isso surge o Chiac, um dialeto que mistura os dois idiomas. De fato, New Brunswick é um lugar bem peculiar. O inglês também emplaca para os lados de Saint John e Fredericton.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você pode esbarrar com os dois idiomas a qualquer hora do dia. Por isso, ser fluente em ambos lhe confere uma vantagem competitiva profissional. Mas não pense que tudo são flores. Também há o outro lado, que por sinal, me incomoda bastante como estrangeira numa terra bilíngue.

É quase impossível abastecer o mercado de trabalho de uma província que carece de mão de obra qualificada, quando você exige fluência oral e escrita nos dois idiomas. Muitas vezes nos sentimos perdidos no meio deste embate linguístico, mas sempre lembro que essa rixa já dura séculos e a batalha não é minha. 

Bilinguismo e Dualismo

Vou dar outros exemplos. Temos na província dois grupos que controlam o sistema de saúde: Vitalité (francês) e Horizon (inglês). Nos hospitais controlados por cada grupo, a língua mãe domina. Existem escolas anglófonas e francófonas e para cada uma ônibus específicos. Não vejo  grande interação entre os alunos de ambas escolas, o que existe é uma competição velada.

Nas cerimônias públicas, o hino é cantado nos dois idiomas. Nos aniversários o parabéns pra vc também. 

Os idiomas aquecem os debates na política, no andamento burocrático da província (que acaba saindo mais caro) e no relacionamento interpessoal.  Existe uma necessidade enorme de enfermeiras, paramédicos e outras especialidades na área da saúde que NB simplesmente não consegue suprir por causa da exigência dos dois idiomas. 

Bilinguismo: É quando uma instituição tem condições de atender nos dois idiomas, o Service New Brunswick, por exemplo. Que é o órgão provincial onde você resolve todas as questões burocráticas da vida: carteira de motorista, IPTU e etc. 

Dualidade: É quando cada instituição atende em um idioma. Por exemplo, escolas anglófonas e francófonas. 

O novo primeiro Ministro de NB defende que as instituições pratiquem o “bilinguismo”. Eu concordo totalmente. Se existe a exigência para que a população domine os dois idiomas, como podem existir escolas distintas ? 

Vivendo nessa torre de babel

Minha opinião: Acho que a província carece de muita coisa como consequência da batalha do idioma. Conheço canadenses que não falam uma palavra em inglês e sobrevivem com um francês sofrível. É um dialeto que os próprios franceses que mudaram para cá não compreendem. Fico imaginando como essa pessoa conseguiria se virar em qualquer outra cidade do país.

Depois de três anos vivendo em New Brunswick percebo claramente que não são em todas as cidades que anglófonos e francófonos se misturam. O que existe é um convívio necessário. Não tenho conhecimento suficiente para dizer quem está certo ou errado, mas isso é uma questão que precisa ser levada em consideração pelos futuros imigrantes. 

Se você souber fluentemente os dois idiomas, venha para New Brunswick. Você vai voar. Caso contrário, escolha com cuidado a cidade que irá se estabelecer. Isso pode ser decisivo no sucesso do seu #planocanada 🍁

Fontes: Governo do Canada, CBC news
Images: Pixabay

4 thoughts on “Vida bilíngue em New Brunswick: você está preparado ?

  1. Olá Alessandra tudo bem? Descobri seu blog estes dias pesquisando sobre NB que seria uma possibilidade maravilhosa para imigrar estudar pq estudo francês. Sua postagem me deixou muito reflexiva …vc acha que dominando apenas um dos idiomas é muito complexo pra viver aí ou pra arrumar emprego? Obrigada por compartilhar suas experiências..tô amando NB através de seus olhos.

    1. Oi Alessandra, amei o post, atualmente estou estudando inglês e francês comecei um curso. Espero pelo menos ser comunicável em ambas as línguas. O meu inglês está mais avançado que o francês, mas nada como um esforço e disciplina para se chegar lá.

      Bisous et Bonne Soirée

  2. Oi, Alê!
    Texto bem esclarecedor e bom pra colocar os pés no chão, a opção de ir pra uma província por ter o college mais barato, precisa passar indiscutivelmente por esse assunto. Isso pode atrapalhar demais se nós não estivermos pelo menos dispostos a mesmo que dominantes de apenas um idioma, nos dedicarmos a aprender o outro, de verdade.

    Obrigado, mais uma vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »